Homepage » Economia » 7 Desvantagens de Tomar um Empréstimo Bancário?

7 Desvantagens de Tomar um Empréstimo Bancário?

Para muitos especialistas em finanças, o motivo dos empréstimos bancários trazerem essa carga de negatividade é o fato de que geralmente são utilizados como uma espécie de atalho por quem não consegue poupar dinheiro; o que seria a atitude correta quando o assunto são finanças pessoais.

Dados revelam que o endividamento das famílias em relação ao PIB, em muitos países, pode variar entre 40% e até 130%; resultando em uma crise nesse segmento, com escassez de crédito a cada ano, muito em função da dificuldade das pessoas em quitarem as suas dívidas.

No entanto, esses mesmos especialistas concordam que uma boa poupança, economia nos gastos e moderação, podem ser uma boa alternativa aos empréstimos bancários, que devem ser eleitos (ao menos em tese) como uma espécie de plano “B” no cotidiano das pessoas.

Desvantagens Empréstimos

Abaixo, segue, portanto, uma lista com as principais desvantagens de se tomar um empréstimo bancário; situações que vão desde riscos concretos até graves consequências emocionais.

  1. Gera endividamento

No Brasil, cerca de 58,2% das famílias admitem estarem endividadas, segundo a Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (PEIC), divulgada em setembro de 2016.

O que demonstra a desorganização que os empréstimos bancários podem gerar nas finanças pessoais de um indivíduo ou família.

  1. Cria um ciclo vicioso

Isso pode ser comprovado através de uma simples pesquisa, até mesmo entre conhecidos, onde se constatará a quase inexistência de quem tenha pego empréstimo apenas uma vez na vida.

Trata-se de um consenso a opinião de que, uma vez dentro do turbilhão dos empréstimos contumazes, dificilmente alguém consegue sair dele.

  1. Terá que pagar juros

Um fator primordial, mas que geralmente não é suficientemente analisado na hora de se contratar um empréstimo bancário, são os juros mensais que podem chegar a 4%, 6% e até 10%  mensais.

Os juros são, pois, uma das desvantagens de se tomar um empréstimo bancário, já que, no final, terá que pagar, pelo menos, o dobro do que recebeu.

  1. Poderá ter o nome negativado

Uma situação corroborada por dados da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), que divulgou que só no Brasil, em 2015, 2 milhões de pessoas tiveram o seus nomes inscritos no SPC (Serviço de Proteção ao Crédito) e 25% da população tinham mais da metade da sua renda familiar comprometida por empréstimos bancários.

  1. Poderá comprometer-se a longo prazo

Com muitos empréstimos podendo ser quitados em 12, 24, 48 meses, e assim sucessivamente, o resultado é um comprometimento com bancos e financeiras por longos e longos anos.

Sem sombra de dúvida essa é uma das principais desvantagens dos empréstimos bancários:estar preso a um sistema financeiro por uma boa fatia da sua vida.

  1. Riscos da perda de bens

Isso principalmente nos casos de hipotecas, quando um bem é entregue como garantia de quitação da dívida.

Mas há situações em que os bancos, legalmente, podem penhorar determinados bens móveis ou imóveis, de acordo com determinação judicial.

  1. Pode causar transtornos à saúde

Essa também pode ser considerada uma desvantagem de se tomar um empréstimo bancário, mas que geralmente ocorre quando há um certo descontrole nesse tipo de aquisição.

O que pode começar com uma simples insônia, não raro, pode terminar em suicídio, crimes e transtornos psíquicos, frutos do descontrole dessas operações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *