Ginecomastia: o que é e qual a solução?

Ginecomastia é o nome da hipertrofia das glândulas mamárias em homens, ou seja, o crescimento de mamas. É comum uma ginecomastia leve em garotos no início da puberdade, devido às alterações hormonais constantes nesse período. Nesse caso, as mamas crescem por um período de no máximo 6 meses, para depois voltarem ao tamanho normal.
Há casos, porém, em que a ginecomastia continua, causando muito constrangimento e vergonha.

O que causa a ginecomastia?

A ginecomastia é causada por distúrbios hormonais. Na puberdade, antes dos garotos terem a produção de testosterona (hormônio masculino) da fase adulta, os testículos podem produzir quantidade de estrógeno (hormônio feminino) suficiente para estimular o crescimento mamário. Esse crescimento será freado quando a testosterona chegar ao seu auge. Mas, em alguns casos, a testosterona pode continuar em níveis baixos, ou a progesterona pode continuar a ser produzida em quantidade por outras vias. Com isso, o aumento de mamas não só não desaparece, mas também pode piorar.
Muitos homens idosos começam a ter ginecomastia após os 70 anos, pois a idade traz uma baixa na testosterona. Homens obesos também têm mais tendência ao problema, pois o tecido gorduroso produz enzimas que podem influenciar na diminuição da testosterona e no aumento do estrógeno.
O tratamento para a ginecomastia depende muito de sua causa, que terá que ser avaliada por um médico. Mas há muitos casos em que a correção cirúrgica é a melhor opção.

Ginecomastia

Como funciona a cirurgia de ginecomastia

A cirurgia de ginecomastia consiste em remover parte do tecido glandular e da gordura ao redor do mamilo. O procedimento pode ser feito a partir dos 18 anos, quando as mamas já estão desenvolvidas.
A cirurgia é indicada para homens que tenham mamas projetadas, volumosas ou assimétricas.
Se o paciente apresenta excesso de gordura, o médico dá inicio a cirurgia com uma lipoaspiração. Já no caso de haver excesso de glândula mamária, é preciso fazer uma incisão e retirar a pele que sobra.
A anestesia é geral ou local, com sedação. Para a cirurgia de ginecomastia, é essencial fazer os exames de rotina e estar com a saúde em ordem.

Duração da cirurgia

A cirurgia de ginecomastia dura entre 1 a 4 horas.

Contra indicações

Os pacientes que serão submetido à cirurgia de ginecomastia não devem tomar medicamentos a base de ácido acetilsalicílico (como por exemplo aspirina, doril, ASS), pois essa substância pode aumentar os riscos de sangramento.

Recuperação

O tempo de internação é de 12 horas, e a retirada de pontos é feita de 5 a 10 dias após a cirurgia. O uso da malha cirúrgica é essencial para melhorar a aderência da pele aos tecidos subcutâneos, além de conter inchaços e hematomas. O paciente pode voltar às atividades rotineiras uma semana após a cirurgia, mas deve ficar 20 dias sem fazer movimentos bruscos ou exercícios que exijam esforço dos braços ou região peitoral.

Compartilhe isto:

Você também pode gostar

2 Replies to “Ginecomastia: o que é e qual a solução?”

  1. Eu tenho 14 anos e meus peitos são muito grandes,maior do que qualquer menino da minha idade o que posso fazer para melhorar???? ñ consigo parar de pegar no peito

    1. meu peito nao é grand mas o bico dele é muito tambem,elton eu simplismente falei com meu pai que tem plano de saude ele me levou no cirurgiao plaastico para eu fazer comsulta e o medico atestou que tinha que operar agora é só esperar o plano autorizar a cirurgia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.